08-Set-2016 10:11

Kinesio Tape

Um dos papéis fundamentais da fisioterapia é o controle da dor, diminuição de edemas e reparação tecidual. Com foco nesses objetivos, a Kinesio Tape vem ganhando popularidade, sendo possível hoje verificar suas aplicações em diversas modalidades esportivas.

Assim como na humana, a fisioterapia veterinária avança e vem transpondo seus tratamentos para os animais, principalmente para os equinos atletas, que são esportistas por natureza e necessitam de um suporte para recuperação total e também uma preparação ideal para suas competições.

Em conjunto com a Associação Internacional de Kinesio Tape, os avanços nessa terapia para os humanos vêm cada vez mais crescentes e também vem se concentrando na investigação do seu uso para cavalos. Os princípios científicos por trás das funções e aplicações da Kinesio Tape são semelhantes para ambos, mas algumas questões específicas da espécie devem ser levadas em consideração, como: a biomecânica do animal, as diferentes raças e suas diferenças anatômicas, a aplicação direta sob os pelos durante as competições e também o profissional adequado para sua aplicação.

A Kinesio Tape, é uma técnica criada no Japão pelo Dr. Kenzo Kase, quiroprata humano, na década de 80 e introduzida em 1990 nos Estados Unidos. Esta técnica utiliza a aplicação de fitas coloridas autoadesivas, composta por algodão e poliuretano e sem adição de medicação em sua composição. Seus efeitos sobre a estrutura aplicada são: o auxílio da função muscular, diminuição da dor, aumento do fluxo sanguíneo e linfático, adjuvante na correção de desvios angulares e também previne a fadiga muscular e de lesões tendíneas.

A Kinesio Tape, é uma fita com propriedade elástica sendo aplicada em diferentes formas e tensões, resistente a água, no qual permanece de três a quatro dias consecutivo aderido, possui uma característica porosa ao ar que diminui o risco de irritação no tecido epitelial. Nos equinos é interessante a aplicação de produtos chamados “pré-taping”, que possuem a função de aumentar a aderência da fita na pele, visto que muitas vezes não há possibilidade de retirar o pelo totalmente da estrutura.

Nos equinos, essa terapia possui uma enorme variedade de aplicações. Pode ser realizado em conjunto com outras técnicas, por exemplo, quiropraxia, laser e eletroestimulação. Um benefício da técnica é poder utilizar a Kinesio Tape, junto com protocolos já estabelecidos na medicina veterinária, como medicamentos, ondas de choque, injeções e principalmente em algumas situações de pós-operatórios. Um ponto importante de sua aplicação é que seu efeito é persistente enquanto a fita estiver aderida à pele, seja em movimentação ativa do animal ou em repouso.

Dos efeitos terapêuticos reportados da Kinesio Tape sobre os músculos estão à normalização da contração muscular, criação de forças ideias a tensões de ligamentos e tendões, reduzir a fadiga e por fim a recuperação do tecido. Também há a possibilidade de sua aplicação por fins de correção de movimentos, correção de desvios angulares e também melhora na coordenação e do equilíbrio do animal. A aplicação da fita em um músculo fraco decorrente de uma lesão ligamentar ou articular podemos utilizar uma tensão média da fita estabilizando a articulação, evitando o alongamento excessivo do músculo, aliviando a dor e facilitando a movimentação ativa do animal e sua própria reabilitação.

Outro efeito terapêutico destaque em suas aplicações é o efeito dessa modalidade sobre a pele, estimulando receptores para redução de pressão nos casos de traumas, hematomas e pós artroscopias. Sua aplicação é feita com a musculatura alongada e ao retornar em seu estado normal são formadas ondulações na pele aumentando o espaço entre os tecidos. A fita ativa o sistema circulatório e linfático, realizando uma espécie de drenagem, melhorando a troca de fluidos entre os tecidos, diminuindo a dor.

Na biomecânica do cavalo, podem ser afetados utilizando a Kinesio Tape com o objetivo de melhorar o desempenho do animal em seu treinamento e durante as competições. Podemos facilitar uma musculatura específica, auxiliando o animal a realizar um movimento necessário em sua competição, como por exemplo: a flexão da coluna vertebral, auxiliar a extensão de um membro ou até mesmo flexão do pescoço, tudo isso favorecendo o animal a poder engajar os membros posteriores favorecendo a contração abdominal, movimentos essenciais para algumas modalidades, entre elas, tambor e baliza adestramento e apartação.

A fita pode ser uma terapia prática e teoricamente de comercialização acessível, porém é necessário termos alguns cuidados em relação às contraindicações. A principal contraindicação é a utilização em situações de fraturas e luxações instáveis, deve-se aplicar a fita somente após a cicatrização da estrutura afetada, sendo possível a utilização para controle da dor.

A Kinesio Tape é utilizada no corpo do animal seguindo alguns padrões, conforme o local e o tipo de lesão, e deve ser aplicado por um profissional certificado e treinado. Essa técnica é um avanço muito útil na medicina esportiva equina que tende a crescer sua aplicação no Brasil.

Luiz Henrique Lima de Mattos

Luiz Henrique Lima de Mattos

é médico veterinária, formado na UNESP – Botucatu e proprietário da EQUILIFE - Fisioterapia e Reabilitação Equina

e-mail:  luizvetsantos@hotmail.com

 

Deixe seu Recado