08-Dez-2021 09:38 - Atualizado em 08/12/2021 10:19
Enduro Equestre

A caminho da Europa, Pedro Marino brilha em provas no Uruguai

Cavaleiro brasileiro ganhou Bronze no 120 km, com  Conan D Jok Trio , e Ouro no 160 km, com a égua Al Saida Larsac

banners novos nov-2021, 2021, banners,
Banners novos nov-2021

Pedro Marino,  , Santiago Faux de @fauxenduranfotografia, A caminho da Europa,  Pedro Marino brilha em provas no Uruguai
1/4 Santiago Faux de @fauxenduranfotografia
Pedro Marino,  , Santiago Faux de @fauxenduranfotografia, A caminho da Europa,  Pedro Marino brilha em provas no Uruguai
2/4 Santiago Faux de @fauxenduranfotografia
Pedro Marino,  , Santiago Faux de @fauxenduranfotografia, A caminho da Europa,  Pedro Marino brilha em provas no Uruguai
3/4 Santiago Faux de @fauxenduranfotografia
Pedro Marino,  , Santiago Faux de @fauxenduranfotografia, A caminho da Europa,  Pedro Marino brilha em provas no Uruguai
4/4 Santiago Faux de @fauxenduranfotografia
Pedro Marino, Pedro Marino, Pedro Marino, Pedro Marino,

Uma medalha de Ouro e outra de Bronze com duas montarias distintas. Esse foi o resultado da participação do brasileiro Pedro Marino na Copa Sul-americana de Enduro Equestre, realizada entre os dias 3 e 5 de dezembro, em Punta Del Este, no Uruguai. Promovido pela Associón Uruguay de Enduro Ecuestre, além do país sede o evento contou com a participação de conjuntos da Argentina, Brasil, Chile, Equador e México.

Como não podia deixar de ser, as brigas pelas primeiras posições foram intensas e emocionantes, com destaque para o cavaleiro brasileiro. No sábado (3), montando Conan D Jok Trio, Marino conquistou a medalha de Bronze na categoria 120km*. Ressalte-se que essa foi a estreia de Conan D Jok nessa categoria, arrancando uma ótima colocação logo de cara. Pela categoria 160km**, a prova foi no domingo (4) e desta vez o brasileiro chegou em 1º, montando a égua Cavaleiro brasileiro ganhou Bronze no 120 km, com  Conan D Jok Trio (foto), e Ouro no 160 km, com a égua Al Saida Larsac.

Conforme destacou Henrique Garcia, veterinário do Time Brasil de Enduro, as duas montarias utilizadas pelo cavaleiro seguem para a Europa, onde participarão de uma série de competições. As provas do Uruguai foram estratégicas, uma vez que naquele país é cumprido o período de quarentena para os equinos que vão para a Europa. “A Cavaleiro brasileiro ganhou Bronze no 120 km, com  Conan D Jok Trio (foto), e Ouro no 160 km, com a égua Al Saida Larsac é uma das opções do Pedro para o Mundial, já está qualificada. Essa competição foi legal pra ver que os cavalos brasileiros são tops, o nível das corridas é alto. A gente sempre sai e obtém resultados bons. Mostrou que estamos no caminho certo de genética, treinamento, em todos os aspectos”, destacou o veterinário.

Texto Claudio Rostellato-Revista Horse/Fotos: Santiago Faux
Deixe seu Recado