07-Dez-2020 09:55 - Atualizado em 09/12/2020 18:38
Fisioterapia

A fisioterapia em cavalos

Tratamento oferece diversos benefícios para os cavalos, como prevenção e recuperação de lesões e melhora na capacidade atlética do animal

horse 2020,
Assine a Horse

O cavalo atleta está exposto a forças excessivas que podem gerar uma lesão por sobrecarga em ossos, articulações, tendões, ligamentos e músculos. Imagine a seguinte situação: este animal sofre uma lesão antes de uma prova importante! Há chance dele se recuperar a tempo? Dependendo da lesão, se ele fizer fisioterapia, as chances são grandes! Um dos principais objetivos da fisioterapia é conseguir a recuperação de uma estrutura do aparelho locomotor num intervalo de tempo menor. No caso de uma lesão tendínea, por exemplo, o uso de equipamentos pode fazer com que a fase de preenchimento ocorra em aproximadamente metade do tempo.

fisioterapia,
Campo Magnético Pulsátil pode ser usado na coluna cervical e também nos membros
E quando o tempo não é importante? Vale a pena investir na fisioterapia? Sim, pois a qualidade do tecido cicatricial tratado pela fisioterapia é superior ao sem tratamento. Por exemplo, a utilização do laser faz com que o tecido tratado por essa modalidade tenha um maior nível de colágeno, o que deixa o tecido mais elástico, mais funcional e, portanto, mais resistente a recidivas.

A fisioterapia se utiliza dos meios físicos (frio, calor, pressão, energia eletromagnética, corrente elétrica, etc) com finalidade terapêutica. Isso compreende a utilização de diversos equipamentos e também das modalidades de terapia manual. Com os equipamentos é possível acelerar, por exemplo, o tempo de recuperação de uma fratura em até 45% do tempo. A terapia manual ajuda a liberar aderências fasciais (entre músculo e pele), relaxar músculos contraturados, eliminar pontos gatilho (aqueles pontos doloridos na musculatura) e auxiliar no diagnóstico de problemas.
Algumas técnicas de terapia manual também são utilizadas para testes de função das partes do corpo, o que ajuda o médico veterinário a ter uma visão geral do animal. Por exemplo, num animal que apresenta uma lesão numa parte distal de um membro, é possível identificar quais são os músculos utilizados para compensar essa dor, como está a nova postura e os movimentos no trabalho.

Outra vantagem do uso da fisioterapia está na prevenção de lesões. Isso pode ser realizado através do uso de alongamentos para o aquecimento antes dos exercícios e a utilização do gelo após os grandes esforços.
A fisioterapia ajuda no retorno dos animais ao esporte, através de exercícios terapêuticos. Esses exercícios podem ser planejados de acordo com o problema que o animal apresenta ou de acordo com os movimentos que o animal vai necessitar na prova, no caso do condicionamento. Por exemplo, um jogador de futebol que é meio de campo, nos treinos faz bastante exercícios de baliza para treinar as mudanças de carga e de direção. No cavalo de esporte também é importante levarmos em conta a atividade para planejarmos exercícios que possam melhorar a capacidade atlética do animal. Para cavalos que precisam aumentar a capacidade respiratória, os exercícios de natação são excelentes. Para animais que tem um problema articular, o condicionamento em hidroesteira ajuda a diminuir a carga na articulacão lesionada e fortalece as estruturas de suporte dessa articulação (músculos e ligamentos) para dar mais estabilidade.

Exercícios de alongamento podem ser incorporados à rotina para melhorar a flexibilidade do animal. Exercícios em pista de propriocepção, com diferentes pisos, melhoram a coordenação e faz com que o cavalo atleta se adapte mais facilmente a pisos diferentes quando ele vai competir fora do local que está acostumado.
fisioterapia,
foto2 - Crioterapia também é usada para ajudar na recuperação dos animais
A utilização de uma grande parte de modalidades de fisioterapia durante as provas é permitida. A FEI proibe a utilização de alguns equipamentos próximos às provas, como o Sock-wave, os equipamentos de crioterapia, que promovem um resfriamento abaixo de zero graus e o Laser Terapêutico Classe IV (os demais lasers são permitidos) e as bandagens funcionais. A maior parte das modalidades podem ser aplicadas inclusive nos dias de prova.

O acompanhamento do cavalo atleta é muito importante para identificar pequenas lesões e instituir o tratamento o mais rápido possível, para que elas não se agravem e para que o animal atleta possa cumprir o calendário de provas. A fisioterapia ajuda tanto no tratamento de uma lesão, como na manutenção do animal entre provas. O animal sem dor e sem tensão muscular vai conseguir exprimir todo o seu potencial. O sucesso é alcançado mais facilmente com o atleta em perfeitas condições. (Artigo publicado na edição 81 da Revista Horse)

Revista Horse
Solange Mikail

Solange Mikail

é veterinária, proprietária do Espaço Equus e especialista em Termografia veterinária

E-mail: [email protected]

Deixe seu Recado