18-Jun-2020 18:24 - Atualizado em 18/06/2020 20:53
Cavalo Crioulo

Bocal de Ouro em tempos de pandemia

No primeiro dia de provas em Esteio (RS), ginetes de máscaras apresentam animais para a prova de Morfologia. Veja os resultados

horse, 2020, banners,
Horse

bocal de ouro 2020, cavalo crioulo, Que Flor do Recanto Crioulo, Felipe Ulbrich
Que Flor do Recanto Crioulo sai na frente na Morfologia, com 8,533Felipe Ulbrich
A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) abriu, na manhã desta quinta-feira (18/6), o primeiro dia de provas do Bocal de Ouro, tradicional competição de inéditos da raça crioula. Ao todo, 48 fêmeas e 43 machos entraram na pista do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), acompanhados por ginetes/apresentadores "mascarados", seguindo as recomendações sanitárias, em razão da pandemia da Covid-19. Os destaques ficaram por conta da égua Que Flor do Recanto Crioulo, com média de 8,533, e o cavalo Mais Um Magistrado, que fechou o dia com a expressiva nota de 9,400.

Os primeiros colocados saem na frente por uma das 16

bocal de ouro 2020, cavalo crioulo, Mais Um Magistrado, Fagner Almeida
Mais Um Magistrado, líder em Morfológica dos Machos: nota 9,400Fagner Almeida
vagas (oito fêmeas e oito machos) reservadas à final do Freio de Ouro, que neste ano será realizada no final de setembro, dentro da tradicional Expointer, considerada a maior feira do agronegócio nacional da América Latina. Exposta por Adelmo Hess e Darlan das Neves Mafra, a égua Que Flor do Recanto Crioulo, de propriedade da Estância Três Coxilhas, de Barra Velha (SC), foi apresentada pelo ginete Antonieto Rosa. Com 8,533 de média morfológica, Que Flor do Recanto Crioulo está 0,083 pontos à frente da segunda colocada, Balisa III do Itapororó, com 8,450.

Entre os machos, Mais Um Magistrado, cria e propriedade da Cabanha Mais Um, de Claudio Omar de Almeida, de São Lourenço do Sul (RS), chamou a atenção pela nota expressiva, 9,400, o que lhe dá uma grande

Bocal de Ouro em tempos de pandemia
1/4
Bocal de Ouro em tempos de pandemia
2/4
Bocal de Ouro em tempos de pandemia
3/4
Bocal de Ouro em tempos de pandemia
4/4
vantagem, já que a nota de Morfologia tem um peso maior das provas de Funcionais, que ocorrerão nos próximos dias de prova. A tarefa estará a cargo do ginete Milton Castro, que sai com mais de um ponto de vantagem do segundo colocado e já se posicionando como grande favorito. 

Entre as éguas, cerca de 60% atingiram nota acima de 7, sob a avaliação dos jurados Alexandre Pons Suñe, Jorge Aginelo Nascimento e Mário Móglia Suñe. Já nos machos, julgados por André Luiz Narciso Rosa, Ciro Manoel Canto de Freitas e Luciano Corrêa Passos, a porcentagem ficou em 58% dos cavalos que finalizaram a etapa com médias parciais acima dos 7 pontos. Os conjuntos voltam à pista na manhã de sexta-feira, 19/6, para as provas Andaduras, Figura, Volta sobre patas e Esbarradas.



Transmissão ao vivo

As provas do Bocal de Ouro estão sendo transmitidas ao vivo pelos canais das redes sociais da ABCCCA, com apresentação da jornalista Estela Facchin, e comentários do técnico Cláudio Neto de Azevedo. Os interessados podem acompanhar pelos canais da ABCCC nas redes sociais

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

19/6 – Sexta-feira
7h30 – Andaduras/Figura/VSP e Esbarradas – Categoria Fêmeas
Continuação - Andaduras/Figura/VSP e Esbarradas – Categoria Machos

20/6 - Sábado
8h – Prova de Mangueira 1 – Categorias Fêmeas e Machos
14h – Prova de Campo 1 – Categorias Fêmeas e Machos

21/6 – Domingo
8h30 – Fase Final (Mangueira 2 / Bayard-Sarmento / Campo 2) – Categorias Fêmeas e Machos
Continuação – Entrega de Prêmios

ABCCC/Fotos: Fagner Almeida/Felipe Ulbrich/ABCCC

Deixe seu Recado