11-Set-2018 13:33 - Atualizado em 11/09/2018 14:20
WEG 2018

Brasileiros na rota do furacão

Equipes brasileiras dos Jogos Equestres Mundiais estão em Tryon, na Carolina do Norte (EUA), um dos prováveis destinos do Florence

furacão, weg 2018 - tryon, imprensa,
Furacão
Os integrantes das equipes brasileiras que participarão dos FEI World Equestrian Games (WEG) já estão nos preparativos das competições que começam nesta quarta-feira, 12 de setembro, com uma preocupação extra: a possibilidade do furacão Florence, que está na costa leste americana, chegar à região de Tryon, na Carolina do Norte, onde fica o Tryon International Equestrian Center, sede dos jogos. Previsões meteorológicas divulgadas nesta segunda-feira confirmam a região na rota do Florence, o que poderia começar a partir da noite da próxima quinta-feira. 

O assunto vem tomando conta da população, imprensa e autoridades locais. O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, chegou a ordenar nesta segunda-feira (10) a saída obrigatória de cerca de um milhão de pessoas a partir de meio-dia de terça-feira.  "Estou ordenando a evacuação obrigatória, não voluntária, obrigatória", declarou McMaster em entrevista coletiva. A declaração foi dada pouco após Florence se fortalecer a um furacão de categoria 4 - de um máximo de 5 - com ventos de 195 km/h. "Este é um furacão de verdade", disse o governador. "As evacuações são inconvenientes, mas não queremos arriscar uma só vida". Florence pode ser o primeiro furacão de categoria 4 a chegar à Carolina do Sul desde Hugo, em 1989.

Vários condados da Carolina do Norte também emitiram ordens de evacuação obrigatória das regiões costeiras, como as ilhas de Topsail Beach. Ambos os estados, assim como a Virgínia, mais ao norte, declararam emergência para acelerar os planos de contingência. "Florence continua se fortalecendo rapidamente", escreveu o NHC ao atualizar para 4 a potência do furacão, pouco depois de atingir a categoria 3 e se converter em uma tempestade "extremamente perigosa".

Expectativa

Na sede dos Jogos Equestres Mundiais (WEG), em Tryon,  o assunto ainda é tratado com cautela e nem se quem foi cogitado o cancelamento do evento. Entre todos, entretanto, há muita expectativa sobre o que irá ocorrer nos próximos dias. O certo é que a velocidade em que o furacão vem se deslocando, a cerca de 15 milhas/hora, permite um pouco mais de tempo até chegar na região.

A equipe de reportagem da Revista Horse está no local desde a manha de domingo, para acompanhar a performance dos atletas e cavalos das equipes do Brasil. O Brasil é um dos mais de 70 países que participam da competição, também conhecida como a "Copa do Mundo dos Cavalos" (Veja AQUI). Mais informações em breve no site da Horse e nos canais de mídia social.

 

 

 

 Spartanburg

Revista Horse - Direto de Tryon (NC-EUA)
Deixe seu Recado