07-Jul-2022 09:43 - Atualizado em 07/07/2022 10:04
Sanidade

Câmara Setorial pede mais estudos sobre as particularidades do Mormo

Relatório produzido por Grupo de Trabalho da CSE foi entregue, nesta quarta-feira (6/7), à Secretaria de Política Agrícola do MAPA

novos 2022, banners horse, 2022, banners,
Novos 2022

estudo do mormo, ibequi 2022, 2022, imprensa, Divulgação
Encontro contou com a participação de representante do IBEquiDivulgação

O presidente da Câmara Setorial de Equideocultura (CSE) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Fabrício Buffalo, se reuniu, na terça-feira (6/7), com o secretário adjunto de Defesa Agropecuária do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Márcio Rezende Evaristo, para realizar a entrega oficial de um Relatório sobre os desafios do Mormo e suas implicações na cadeia produtiva do cavalo no Brasil. O presidente executivo do Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui), Manuel Rossitto, também participou do encontro.

Desenvolvido por um Grupo de Trabalho criado no âmbito da Câmara, o estudo aponta para a necessidade de ampliar o conhecimento sobre as particularidades do Mormo no Brasil, para se trabalhar o controle da doença. O relatório indica ainda a necessidade do setor da Equideocultura atuar de forma responsável, através de suas associações de raças, modalidades e institutos, para viabilizar financeiramente o avanço do conhecimento através de pesquisas sobre a sanidade dos equídeos.

“Muito além de alterações nas atuais medidas restritivas em vigor, como a nossa sugestão do reteste, nosso relatório propõe uma ação conjunta de todo setor para assumir a responsabilidade sobre os avanços e riscos que podem existir ao longo do processo”, explica o pesquisador Carlos Eduardo Wayne Nogueira, que coordenou o GT do Mormo.

O secretário adjunto Márcio Rezende informou que o estudo apresentado pela Câmara será analisado pela área técnica, e depois enviado ao Departamento de Saúde Animal do Mapa. Para o presidente da CSE, o estudo mostra caminhos e soluções viáveis a serem adotadas para viabilizar a cadeia produtiva do setor, inclusive com vistas à exportação de equinos.

“Entendemos que hoje demos um passo importante não só pela implementação do reteste que vai ser avaliada pelo Mapa, mas também no sentido de aprimorarmos as diretrizes dos próximos passos técnicos baseados em pesquisas que estão em andamento. Gostaria de agradecer ao Manuel Rossitto pela presença em Brasília assim como pela iniciativa do IBequi em disponibilizar auxílio do setor privado para a aquisição de kits para o reteste, e claro, ao excelente trabalho feito pelo Prof. Carlos Nogueira. Por outro lado ficamos com uma lição de casa que é o desenvolvimento de um processo de viabilização da volta das exportações à Europa e amanhã mesmo, já vamos iniciar os trabalhos”, garantiu Fabrício Buffalo.

Participaram também da reunião, o coordenador do Grupo de Trabalho Mormo da CSE, o Prof. Carlos Nogueira, o coordenador Geral de Apoio as Câmaras Setoriais e Temáticas, Helinton Rocha e os representantes do MAPA, Jorge Caetano e Eliana Lara.

Assessoria IBEqui
Deixe seu Recado