27-Jul-2020 15:32 - Atualizado em 27/07/2020 18:34
Solidariedade

Campanha busca doações a "pistinhas"

Sem trabalho por praticamente mais de quatro meses, auxiliares de pista contam com a solidaridade à espera do retorno ao trabalho

horse, 2020, banners,
Horse

pistinhas, salto, 2020, imprensa,
Pistinhas
Uma das categorias que mais tem sentido o período de isolamento social, que impede a realização de provas, são os auxiliares de pistas, os conhecidos "pistinhas", como são chamados no meio. Desde o dia 15 de março, quando foi determinado o isolamento social e a proibição de novas provas, ficaram sem recursos e contam basicamente com o apoio de amigos. Para amenizar as dificuldades do momento, uma ação solidária está recebendo doações via depósito bancário, com 100% dos recursos revertidos a um grupo de cinco "pistinhas" que atua em São paulo e cidades do interior do estado.  

CONTA PARA DOAÇÕES
Bradesco
Agência.: 2384
Conta Poupança: 1001909-5
favorecido: Solange Protti Hardt
CPF: 085.754.708-92

A iniciativa é da ex-coordenadora da Escola da Sociedade Hípica Paulista, Solange Hardt, que disponibilizou uma conta pessoal sua do banco Bradesco (veja abaixo) e, desde então, vem repassando os valores e prestando conta dos recursos arrecadados. Ela conta que a campanha nasceu ainda em março, depois de perceber as dificuldades que os pistinhas vinham atravessando. "Antes disso, já tinha feito uma ação para ajudar um dos meninos que estava com uma doença nos dentes e, depois de fazer contato com um dos alunos da Hípica Paulista que é professor da USP, conseguimos um tratamento", conta ela.

Com a imposição do período de isolamento, que interrompeu as provas, ela resolveu fazer a campanha para ajudar outras pessoas que também estavam enfrentando dificuldades. "À época, um pessoal fez uma campanha para ajudar uma das pistinhas, mas era apenas uma pessoa, sendo que tinham outras com muitas dificuldades", conta, destacando que no primeiro mês foram arrecadados pouco mais de R$ 4 mil.

No segundo mês, conta Solange, alguns diretores da Sociedade Hípica Santo Amaro fizeram a doação de cestas básicas, o que ajudou bastante. "Depois disso, tive de dar uma parada para resolver questões pessoais e agora estamos retomando, porque a situação deles continua muito complicada",  revela.  Nesse meio tempo, Solange diz que também chamou os "pistinhas" para fazer alguns serviços em sua casa, como forma de conseguirem algum rendimento. "Tenho feito tudo o que está ao meu alcance, mas está difícil das pessoas ajudarem. Parece que esqueceram das dificuldades que as pessoas estão passando", lamenta.

Segundo o Designer de Pista Alberto Viana, que tem ajudado na divulgação da campanha, os beneficiários são um grupo formado por cinco auxiliares de pista, que não tem emprego fixo e depende das provas para sobreviver. Alguns deles têm feito "bicos" de limpeza e outras atividades, mas mesmo assim ainda enfrentam dificuldades, dado o grande período sem atividades remuneradas. "Fizemos uma primeira ação e já tem dois meses. A maioria deles tem família, filhos pequenos. São as pessoas que chegam primeiro no concurso para auxiliar o armador, quem carrega e arma todos os obstáculos e são os últimos a sair já que quando termina a prova vamos armar para o dia seguinte", conta. 

CONTA PARA DOAÇÕES
Bradesco
Agência.: 2384
Conta Poupança: 1001909-5
favorecido: Solange Protti Hardt
CPF: 085.754.708-92

Revista Horse

Deixe seu Recado