08-Set-2020 19:19 - Atualizado em 15/09/2020 11:07
Salto

CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP

Provas se estenderam de 2 ao feriado de 7 de Setembro, com mais de 2 mil inscrições de cavaleiros de várias partes do País

horse, 2020, banners,
Horse

Pódio da Copa Ouro, Copa Ouro, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
1/8 Pódio da Copa OuroLuis Ruas
Giovanna Sobania e Atomo Clasi: bicampeã da Copa Ouro, Giovanna Sobania,  Atomo Clasi, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
2/8 Giovanna Sobania e Atomo Clasi: bicampeã da Copa OuroLuis Ruas
Pódio GP Clássico, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
3/8 Pódio GP ClássicoLuis Ruas
Rafael Collares e Horus Método,  em sua 1ª vitória em um GP Clássico, Rafael Collares,  Horus Método, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
4/8 Rafael Collares e Horus Método, em sua 1ª vitória em um GP ClássicoLuis Ruas
Pódio GP Ranking Brasileiro Senior Top, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
5/8 Pódio GP Ranking Brasileiro Senior TopLuis Ruas
Guilherme Foroni: vice-campeão no GP do Ranking Senior Top , Guilherme Foroni, Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
6/8 Guilherme Foroni: vice-campeão no GP do Ranking Senior Top Luis Ruas
Lucio Osório e Galipolli,  campeões da estapa Sênio Top,  principal disputa nos 85 anos do CHSA , Lucio Osório,  Galipolli,  , Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
7/8 Lucio Osório e Galipolli, campeões da estapa Sênio Top, principal disputa nos 85 anos do CHSA Luis Ruas
Lucio Osório e Galipolli,  voando pelo título no GP do Ranking Senior Top, Lucio Osório,  Galipolli , Luis Ruas, CSN dos 85 Anos do CH Santo Amaro retoma hipismo em SP
8/8 Lucio Osório e Galipolli, voando pelo título no GP do Ranking Senior TopLuis Ruas
Copa OuroGiovanna Sobania, Atomo ClasiRafael Collares, Horus MétodoGuilherme ForoniLucio Osório, Galipolli, Lucio Osório, Galipolli

O Concurso de Salto Nacional (CSN) 4 Estrelas do 85º Aniversário Clube Hípico de Santo Amaro, de 2 a 7 de setembro, marcou a reabertura das provas hípicas em São Paulo. O evento, que teve uma premiação total de R$ 228,300,00 foi realizado seguindo protocolos de combate à Covid-19, com restrição de público. Ao todo, foram mais de 2 mil inscritos, com cavaleiros e amazonas da Capital paulista e de diversos estados, entre eles Rio Grande do Sul, Paraná, Brasília, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, quede São Paulo. A premiação total foi de R$ 228.300 mil, divididos em diversas categorias. 

Agenda do Ranking Senior Top
O 2º semestre de 2020, após a retomado das competições interrompidas devido a Covid-19, são nove as etapas do ranking brasileiro Sênior Top. A cada etapa obrigatoriamente acontece uma qualificativa do GP, 1.45m (peso 1), e GP, chamada mínima 1.50m, (peso 1,5). Somente no Campeonato Brasileiro Sênior a pontuação é pela classificação geral (provas isoladas não podem ser descartadas). Nas demais etapas pode haver descarte de seis provas e caso alguma etapa não seja realizada, as respectivas provas serão consideradas como descartes, remanescendo quatro provas a serem descartadas e assim sucessivamente. Última etapa não pode ser descartada. O campeão do ranking brasileiro Sênior Top será premiado com um carro 0 km.
Próximas etapas do Ranking Brasileiro Sênior Top 2020
3ª Etapa CSN Agromen – Orlandia- 13 a 18/10
4ª Etapa CSI-W Indoor – SHP – 16/10 a 1/11
5ª Etapa Campeonato Brasileiro Senior Top – SHP – 19 a 22/11
6ª Etapa CSI-W Rio de Janeiro – SHP – 25 a 29/11
7ª Etapa CSN Top Riders – SHP – 3 a 6/12
8ª Etapa CSN D Maio – CHSA – 9 a 13//12
9ª Etapa CSN Santo Amaro – CHSA – 16 a 20/12

Uma das provas mais esperadas ocorreu na noite do sábado (5/9), com o GP Clube Hípico de Santo Amaro, a 1.50m disputado em duas voltas, válido pela 2ª Etapa do ranking brasileiro Sênior Top 2020. Com o melhor tempo na 1ª volta, o cavaleiro Lucio Osório, montando Galipolli ter Doorn, foi o último em pista e com duplo zero em 41s47 sagrou-se campeão. Dos 34 conjuntos inscritos, conforme a regra, os 12 melhores habilitaram-se para a 2ª volta com armação do course-designer internacional Gabriel Malfatti. Apontando para o alto nível técnico, nove fizeram pista limpa e outros nove conjuntos fecharam com apenas uma falta no percurso com 13 obstáculos, entre os quais os três com o melhor tempo foram para a 2ª e decisiva rodada com oito obstáculos.

Segundo Lucio, o GP estava difícil, com muitos conjuntos zerados, o que tornou a 2ª volta bastante competitiva. "Foi um dia espetacular, a Galipolli como sempre dando muita alegria para mim. Foi um GP difícil e rápido, mas a Galipolli (hoje com 14 anos) corresponde bem e mesmo nessa altura consegue ter velocidade", destacou o cavaleiro de 27 anos. Mineiro radicado em São Paulo, Lucio já havia conquistado o 3º lugar no GP do CSN dos 75 Anos da Sociedade Hípica Paranaense (SHPr), válido pela 1ª etapa do ranking Sênior Top, realizado dia 18 de agosto.

Também com duplo zero e o tempo de 42s11, o cavaleiro do CHSA, Guilherme Foroni, ficou com o vice-campeonato, na sela de Cornet Silver JMen. Completando a rodada do conjuntos sem faltas, o cavaleiro olímpico Stephan Barcha, com Atomic des Luthiers, da Federação Brasiliense, garantiram o 3º lugar, com 43s53. Representando Minas Gerais, o jovem André Moura, de 20 anos, montando Ferrari M, conquistou o 4º lugar no pódio, com 44s33. O GP distribuiu 80 mil reais em premiação.

Copa Ouro

No domingo, 6/9, a principal atração foi a Copa Ouro, a 1.35 metro. Foram 78 os conjuntos em pista, entre os quais nove habilitaram-se ao desempate e outros cinco fecharam com apenas 1 ponto perdido por excesso de tempo dado que o tempo limite do percurso estava apertado. Antepenúltimo conjunto em pista a dupla top paranaense Giovanna Sobania e XK Atomo Classi, um puro sangue de 18 anos completados em 7/9, mais uma vez confirmou favoritismo, cruzando a linha de chegada sem faltas em 38s54, resultado que lhes rendeu o bi consecutivo na Copa Ouro do Aniversário do CHSA. A destacar ainda que, com Atomo Clasi, Giovana computa inúmeros títulos em provas de velocidades nacionais e internacionais na Europa.

Também com excelente atuação, a jovem amazona Maria Luiza Martha Vieira, a Malu, campeã brasileira pré-junior 2019 e sul-americana pré-junior 2018, com Acarole do Refúgio, garantiu o vice-campeonato sem faltas, 39s18, por São Paulo. Já a 3ª colocação coube ao cavaleiro top amazonense Pedro Paulo Cordeiro com Shy Boy, pista limpa, 40s48.

GP Clássico

No Feriado da Pátria, 7/9, o GP Clássico encerrou o evento. Dos 66 conjuntos, cinco foram ao desempate. Sagrou-se campeão o gaúcho Rafael Collares Lucas Rosa montando Horus Método, um BH de 10 anos, em mais uma apresentação perfeita, em 41s98. "Estou muito feliz. Hoje a gente conquistou nosso primeiro grande título em GP Clássico. Depois de tanto tempo de trabalho é sempre bom a gente ver o retorno na pista. Agradeço ao meu cavalo Horus que fez o maior esforço pela gente", destacou Rafael, 27, que monta Horus Método há três anos.

O cavaleiro olímpico Stephan Barcha, carioca que defende Brasília, com sua nova montaria Primavera Montana, BH de 9 anos, garantiu o vice com duplo zero em 43s71.Já a 3ª colocação ficou com o cavaleiro da casa Mario Appel, com Challenge Z, uma falta, 41s54.

 

 

Assessoria Hipismo Brasil/Fotos Luis Ruas
Deixe seu Recado