01-Ago-2008 09:03 - Atualizado em 11/07/2016 12:03

Equipe de Adestramento treina na China

Atletas e cavalos da equipe brasileira de Adestramento chegaram terça-feira (29/07) em Hong Kong, na China, e seguiram direto para o Centro Eqüestre Sha Tin, no Jockey Club de Hong Kong, transformado em Vila Olímpica e local das disputas das modalidades hípicas nos Jogos. Os cavalos, que junto com os atletas saíram da Alemanha onde estavam competindo e cumprindo quarentena desde maio, foram conduzidos do aeroporto até o Jockey Club em carros com ar condicionado com temperaturas em torno de 21 graus e escoltados pela polícia local.
  N
a manhã de quarta-feira (30/07), o time brasileiro formado por Luiza Tavares de Almeida e sua montaria Samba, Rogério da Silva Clementino com Nilo V.O. e Leandro Aparecido da Silva com Oceano do Top já estava em pista, iniciando treinamentos leves. “Vamos ter dois treinos diários. Nesta semana de adaptação, nas primeiras horas da manhã o trabalho com os animais será limitado a andar a passo; à noite o técnico Johan Zagers estabeleceu um programa de treinamento em busca de aprimoramento técnico.
A Vila Olímpica dispõe de um picadeiro coberto e climatizado, mas optamos por treinar na pista onde vão acontecer as provas para uma melhor adaptação dos animais”, comentou Luiza Tavares de Almeida que aos 16 anos e 11 meses chega aos jogos como a caçula entre os atletas da Delegação Brasileira e a mais jovem amazona em toda a história das Olimpíadas.
 Convidada para fazer parte da Delegação Brasileira no desfile de abertura dos Jogos em Pequim no próximo dia 8, Luiza também está 100% focada na competição. “O meu objetivo nas Olimpíadas é obviamente fazer o meu melhor. Vou dar o máximo de mim e espero muito representar bem o Brasil. Já estou com aquele famoso friozinho na barriga, mas acho que é só de ansiedade com a chegada em Hong Kong. Sobre a minha idade, nunca levei isso como uma coisa negativa, muito pelo contrário. Sempre achei super positivo, pois mostra que trabalho e dedicação são os fatores mais importantes para conquistar nossos sonhos, e não a idade ou a classe social” ponderou a amazona.

Bronze por equipe no Pan do Rio em 2007, Luiza Almeida se transferiu para a Alemanha logo depois da conquista da medalha, onde permaneceu por nove meses. Retornou ao Brasil em abril para participar das seletivas e em busca dos dois índices olímpicos que garantiram sua vaga na equipe. Dias depois de carimbar o passaporte para os Jogos retornou para Alemanha de onde saiu na segunda-feira (28/07) rumo a Hong Kong.  “Acho que a maior lição de toda essa temporada na Europa foi o aprendizado de concentração e foco que são extremamente importantes no Hipismo.
  Preciso saber controlar todos os meus sentimentos, durante os treinos e durante as provas, pois tudo o que sinto meu cavalo passa a sentir. O Hipismo é um esporte muito detalhista, então cada segundo conta”, acrescentou.  
Rogério Silva Clementino – que ao lado de Luiza já havia garantido a vaga na equipe no Brasil antes da fase final de seletivas e treinamento na Europa – também comentou o treinamento. “Depois do concurso em Lipiza na Eslovênia, o meu cavalo Nilo V.O. descansou bastante e passou uns dias somente caminhando. Agora ele está em sua melhor forma. O nosso treinador Johan Zagers também está muito feliz, pois treinadores de outros países elogiaram nosso trabalho em Aachen, na Alemanha, “templo” mundial deste esporte. Isso nos dá uma confiança a mais!”, revelou cavaleiro que promete dar tudo de si em Hong Kong. “Minha expectativa é melhorar o meu índice e trabalhar para fazer a melhor prova da minha vida. Vamos ver o que vai acontecer, estamos todos muito bem treinados”, disse Rogério que não está preocupado com o fato de ser o primeiro negro na história do hipismo olímpico. “Não penso nisso. Meu foco é competir e torcer para que toda a equipe vá bem”, resumiu.

Leandro Aparecido da Silva fechou o time brasileiro na fase final de seletivas na Europa. A exemplo de Luiza e Rogério, medalhistas de bronze por equipes no Pan RIO 2007, Leandro – que defendeu o Brasil no Pan 2003 - monta um Puro Sangue Lusitano. Assim como Nilo V.O., nascido nas terras do criador Victor Oliva, Oceano do Top também é um Lusitano “made in Brazil”, criação de Antonio Mendes de Toledo Pereira e que até o ano passado era propriedade de José Roberto Guimarães, técnico da seleção feminina de vôlei. Oceano do Top é propriedade do publicitário Paulo Salles. Já Samba – garanhão de propriedade de Manuel Tavares de Almeida Filho - nasceu em Portugal, berço da raça. “O Oceano está muito bem, com ótimo condicionamento físico, e esteve ainda melhor em Aachen (Alemanha) do que durante as seletivas que fizemos na Europa. Atletas e treinadores de outras equipes, especialmente, da Espanha e de Portugal, nos elogiaram bastante. Agora queremos fazer um bom trabalho na Olimpíada”, contou Leandro.

Esta é primeira vez que o Brasil contará com a representação de uma equipe de Adestramento em Jogos Olímpicos. Até então, as únicas participações brasileiras se deram em Munique 1972 e Syndey 2000, respectivamente, com os cavaleiros Cel. Sylvio Marcondes de Resende (in memorian) e Jorge Ferreira da Rocha.    

O Brasil faz parte do seleto grupo de sete países que se qualificaram nas três modalidades do Hipismo (Adestramento, CCE e Saltos), nesta Olimpíada. Dentre os 42 países qualificados nas provas individuais e por equipes nos Jogos, apenas Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, Grã Bretanha e Suécia conseguiram classificação nas três disciplinas hípicas. 

As provas de Adestramento acontecem entre os dias 13 e 19 de agosto.

CONFIRA AS COMPETIÇÕES, DIA A DIA.

Quarta-feira, 13/08

08h15* – 1º Dia de competição por EQUIPE; 1ª Qualificativa Individual - Grand Prix - 1º dia

Quinta-feira, 14/08

08h15* – FINAL da competição por EQUIPE; 1ª Qualificativa Individual - Grand Prix - 2º dia

Sábado, 16/8

08h15* - 2ª Qualificativa Individual - Grand Prix Special

Terça-feira, 19/08

08h15* – FINAL da competição INDIVIDUAL - Grand Prix Free Style

*Horário Brasileiro - Brasília (DF)

Fonte: Ruth Araújo:
Foto: Julia Wentscher
 

 

Deixe seu Recado