19-Jan-2021 19:19 - Atualizado em 19/01/2021 19:30
Crioulo

Final Nacional do Crioulaço tem participação de mais de mil exemplares

Tradicional modalidade do Cavalo Crioulo definiu vencedores na prova realizada entre os dias 14 e 17 de janeiro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS)

horse, 2020, banners,
Horse

crioulo, 2021, imprensa,
Crioulo

O que parecia impossível para um período tão atípico tornou-se realidade durante os dias 14 e 17 de janeiro de 2021, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS). Com 100% das vagas preenchidas e R$ 78 mil em premiação, o Crioulaço mostrou mais uma vez porque é a maior modalidade esportiva dentro da raça Crioula. No domingo, 17 de janeiro, os pódios foram formados para premiar as duplas das Forças A, B e C - ao todo, foram 511 nas três forças.

Segundo o coordenador da subcomissão de Crioulaço da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Marcelo Corrêa, o grande segredo foi poder juntar a entidade ao pessoal do laço. "Hoje eu agradeço muito a esse povo aqui do laço. A gente fez, faz e está aprendendo. O segredo todo é a casa, a nossa ABCCC, estar junto, respeitando o povo do laço e o povo do laço respeitando a ABCCC", valorizou o dirigente, que foi homenageado pelos demais membros da subcomissão.

Com transmissão pelos canais oficiais da ABCCC, o domingo decisivo iniciou com as 74 duplas da Força A. Após quase quatro horas de prova, o lugar mais alto do pódio e a premiação, ao todo de R$ 16 mil, foram divididos por duas duplas. Willian Ferreira Dias montando Santa Júlia Hecho a Mano e Samir Poltronieri Goulart montando FPL Coronel, e Josué Rodrigues de Souza montando Felicidad da Pavei e Renan Costa Simão montando Fortunata da Pavei.

O laçador Renan Simão, que já havia faturado o primeiro lugar no Potro de Ouro, explicou os motivos pelos quais as duplas decidiram dividir o prêmio. "Foi uma disputa muito acirrada num gado mocho muito bom, a cancha tava muito pesada devido à chuva, e a gente decidiu parar em duas duplas. Como somos todos amigos, dividimos a premiação e resolvemos parar", contou. O campeão ainda fez questão de elogiar a qualidade do evento.

Os laçadores continuaram a passar pela boca do brete durante todo o domingo. Com 191 duplas, a Força B iniciou após a abertura oficial. A Força C, por sua vez, movimentou 174 duplas e encerrou a edição 2021 do Crioulaço. Confira os resultados completos no site da ABCCC em www.abccc.com.br.

 

Texto: Pedro Henrique Krüger/ABCCC - Foto: Felipe Ulbrich/ABCC
Deixe seu Recado