28-Set-2020 12:02 - Atualizado em 29/09/2020 06:26
Crioulo

Freio de Ouro tem final disputadíssima

Pódio teve participação de Brasil, Uruguai e Argentina. Nas fêmeas, venceu a égua Balisa III do Itapororó; nos machos, deu Colibri Matrero

horse, 2020, banners,
Horse

freio de ouro 2020, crioulo, Balisa III do Itapororó , Fagner Almeida/ABCCC
Balisa III do Itapororó - Campeã na categoria fêmeaFagner Almeida/ABCCC
A falta de público na final do Freio de Ouro 2020, em razão dos protocolos de combate à pandemia de Covid-19, não esfriou o clima de grandes disputas. Muito pelo contrário. A 39ª edição da prova mais tradicional do Cavalo Crioulo foi acirradíssima. Só para se ter uma ideia, as 14 fêmeas classificadas foram para o último dias de prova no domingo com uma diferença de apenas pouco mais de um ponto. Ainda teve o ginete Daniel Teixeira correndo três dias com um dos braços quebrado. Na final, quem levou a melhor foi a égua Balisa III do Itapororó, da Cabanha Quaraci, de Santa Cruz do Sul (RS), montada pelo ginete Fábio Teixeira da Silveira entre as fêmeas, e o cavalo Colibri Matrero, da Cabaña La Pacifica, do Uruguai, guiado pelo ginete Gabriel Viola Marty, nos machos.

freio de ouro 2020, crioulo, Colibri Matrero, Felipe Ulbrich/ ABCCC
Colibri Matrero, campeão categoria machosFelipe Ulbrich/ ABCCC
Os quatro dias de competição foram marcados pelas variações no tempo, como já é praticamente um tradição na Expointer. O calor e o sol dos primeiros dias foram substituídos pela chuva em parte do domingo. Nas pistas, as alternâncias pelas primeira posições, como há tempos não se via. 

A Freio de Ouro 2020 Balisa III do Itapororó também foi vencedora do Bocal de Ouro deste ano e já tinha sido 3ª melhor fêmea na Morfologia na Expointer em 2017. Importante destacar que no Bocal ela entrou em 7ª no último dia e cresceu na competição, até chegar em primeiro lugar. O ginete Fábio Teixeira da Silveira, que também foi Freio de Prata nas fêmeas e nos machos

freio de ouro 2020, crioulo, Cavaleiro, braço quebrado, Daniel Teixeira, Fagner Almeida/ABCCC
O ginete Daniel Teixeira fraturou o braço na sexta-feira e correu até a final de domingoFagner Almeida/ABCCC
afirmou que nem em seus melhores sonhos imaginava vencer a final do Freio de Ouro. "Os três cavalos que conduzi são fora de série, muito bons de lidar e por isto se tornam competitivos", destacou.

O vencedor dos Machos, Colibri Matrero, também foi o campeão do Freio de Ouro da FICCC em 2018 e Freio de Bronze no mesmo ano. O ginete Gabriel Marty, muito emocionado, agradeceu a toda família pela conquista antes de dar a volta campeã na pista com a bandeira do Uruguai. "Estou muito feliz com o resultado pois represento um país. Foi uma prova muito competitiva", afirmou.

Um bom demonstrativo da importância do Freio de Ouro para os participantes, sejam eles criadores, expositores ou cavaleiros, foi a performance do ginete Daniel Teixeira, eleito Ginete de Destaque do ano. No noite de sexta-feira, ele sofreu um acidente a quebrou o braço. Mesmo assim, correu com o braço engessado no sábado e domingo, mostrando toda a raça e determinação que move a tradicional disputa do cavalo Crioulo.

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo (ABCCC), organizadora do evento, avaliou como muito positivo todo o trabalho de protocolo sanitário, construído com a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS). Apenas organização, expositores diretos, ginetes e veterinários podiam participar das etapas classificatórias, que não tiveram a presença de público, mas foram transmitidas pela Internet pelo canal do YouTube da ABCCC e demais redes sociais da entidade.

O presidente da ABCCC, Francisco Fleck, que encerra sua gestão neste ano (Veja AQUI), ressaltou a importância de ter sido criado o protocolo sanitário e garantir que fosse cumprido a risca. Segundo ele, foram realizadas cinco classificatórias até chegar à final neste domingo. "Mesmo sem público presente no parque, a estimativa é de que cerca de 80 mil pessoas tenham assistido às provas pelas nossas transmissões e pelas nossas redes sociais", observou, lembrando que a prova do Freio de Ouro foi de altíssimo nível com alternância de cavalos e éguas nas primeiras posições.

Fleck disse, ainda, que a ABCCC lutou muito para que existisse a Expointer Digital e salientou a parceria do governo do Estado. "Conseguimos realizar as nossas provas durante o ano somente porque tivemos autorização do governo estadual e também da prefeitura de Esteio, o que foi muito importante, mas sempre cuidando da saúde das pessoas, cuidando para que houvesse condições de trabalhar em um ambiente aberto, e  lutando todo o final de semana para fazer as nossas atividades com qualidade", finalizou.  

O julgamento ficou a cargo do trio de avaliadores Gustavo Silveira Rodrigues, Luciano Corrêa Passos e Mário Moglia Suñe na categoria das fêmeas, enquanto nos machos os jurados foram Lauro Varela Martins, Leonardo Rodrigues Teixeira e Thiago Schilling de Ávila.

CONFIRA OS RESULTADOS

FÊMEAS

Freio  de Ouro
BALISA III DO ITAPORORÓ
CRIADOR: CONDOMINIO RURAL ITAPORORÓ/SANTA MARTA
EXPOSITOR: ROSALIE TAVARES NEGRINI JONES
ESTABELECIMENTO: CABANHA QUARACI, SANTA CRUZ DO SUL-RS
GINETE: FABIO TEIXEIRA DA SILVEIRA
MÉDIA: 21,199

Freio de Prata
DIVINDAD 42 NOMBRADO
CRIADOR: GABRIELA ZANCANARO TONET
EXPOSITOR: GABRIELA ZANCANARO TONET E FERNANDO TONET
ESTABELECIMENTO: CABANHA DA FIGUEIRA, PANAMBI-RS
GINETE: FABIO TEIXEIRA DA SILVEIRA
MÉDIA: 20,576

Freio de Bronze
JAGUEL NUEVE LUNAS
CRIADOR: GREEN BELT S/A
EXPOSITOR: GREEN BELT S/A E FERNANDO LAMPERT WEIAND
ESTABELECIMENTO: CABANHAS SEPTIEMBRE E MAUFER, CRUZEIRO DO SUL-RS
GINETE: CLAUDIO DOS SANTOS FAGUNDES
MÉDIA: 20,470

Freio de Alpaca
PORAL CALANDRIA II
CRIADOR: JOSÉ MARIA CAMPIOTTI BUELA
EXPOSITOR: JOSÉ MARIA CAMPIOTTI BUELA
ESTABELECIMENTO: CABAÑA DON PORO, LAVALLEJA-UY
GINETE: JUAN PABLO GONZÁLEZ
MÉDIA: 20,255

MACHOS

Freio de Ouro
COLIBRI MATRERO
CRIADOR: LA PACÍFICA
EXPOSITOR: CABANA LA PACIFICA
ESTABELECIMENTO: CABAÑA LA PACIFICA, URUGUAI-UY
GINETE: GABRIEL VIOLA MARTY
MÉDIA: 22,217

Freio de Prata
FANTÁSTICO DE SÃO PEDRO
CRIADOR: EDUARDO MACEDO LINHARES
EXPOSITOR: EDUARDO MACEDO LINHARES, RODRIGO CASTELLARIN FIALHO
ESTABELECIMENTO: EST NCIA GAP SÃO PEDRO, CABANHA LA PÁTRIA, URUGUAIANA-RS
GINETE: FABIO TEIXEIRA DA SILVEIRA
MÉDIA: 21,577

Freio de Bronze
ZÊZERE DO CANGUCU
CRIADOR: MAURO DUARTE MABILDE SILVEIRA
EXPOSITOR: JÚLIO CÉSAR CARLOTTO, EMILIANO LOPESE SANTIAGO JUAN CRUZ TAPIA
ESTABELECIMENTO: CABANHA  OJ, CABAÑA CERRO CHENQUEE CABAÑA LA DELFINA, ERECHIM-RS E ARGENTINA
GINETE: FAGNER CRESCENCIO ESPINDOLA
MÉDIA: 21,242

Freio de Alpaca
ESCORPIÃO DE SÃO PEDRO
CRIADOR: EDUARDO MACEDO LINHARES
EXPOSITOR: ARTUR FREIRE DIOGO JUNIOR
ESTABELECIMENTO: ESTANCIA SAO DIOGO, SANTA VITÓRIA DO PALMAR-RS
GINETE: JOSE FONSECA MACEDO
MÉDIA:  20,698

Foto: Felipe Ulbrich e Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação Texto: Rejane Costa, Nestor Tipa Júnior, Larissa Mamouna e Andréia Odriozola/AgroEffective
Deixe seu Recado