31-Jul-2020 09:35
Manejo

Hora do banho

Utilizar o procedimento após o treinamento ou passeio tem várias vantagens, como relaxar e refrescar o animal e evitar problemas de pele

horse,
Assine a Horse

Após um dia de prova, treinamento intenso ou uma cavalgada dar uma ducha no cavalo é uma excelente opção para relaxar e refrescar o animal. Além de limpeza e de deixar os pelos brilhantes, é uma questão de saúde física e mental, pois os animais gostam e também evita a formação de micoses, problemas de pele e a ação mecânica da água ainda ativa a circulação, relaxando os músculos, aliviando dores e, em alguns casos, auxiliando no combate a inflamações.

manejo,
A higiene dos genitais, principalmente dos machos, na bolsa prepucial deve ser feita constantemente para evitar o acúmulo de células mortas e a prolif
Duchas localizadas são muito indicadas nos casos de claudicação e edema (inchaço) dos membros, pois promovem aumento da circulação local, agilizam o processo de redução da tumefação, resfriam o ponto inflamado e ajudam na analgesia.
Deve-se tomar algumas cautelas na hora da ducha, iniciando com o local, que não pode ser escorregadio para o animal, sem quinas, objetos pontiagudos, cortantes ou que possam se quebrar oferecendo risco no caso de um susto, por exemplo.
A ducha deve ser iniciada sempre de baixo para cima vagarosamente, para evitar um choque térmico em animais que estão aquecidos, molhando os cascos e patas primeiro reservando um tempo de, no mínimo, três minutos nesta região. Após esse procedimento deve ser enxaguada toda a barriga do animal, vagarosamente, incluindo genitais, coxas e parte interna das coxas, local onde há grande acúmulo de suor e propensão a multiplicação bacteriana e fúngica. Para este procedimento deve ser reservado mais cinco minutos aproximadamente.
manejo ,
Após lavar a barriga, deve-se enxaguar o restante do corpo do animal, lembrando que, no caso de banhos com xampus dar preferência para os específicos
Devemos lembrar que a higiene dos genitais, principalmente dos machos, na bolsa prepucial deve ser feita constantemente para evitar o acúmulo de células mortas e a proliferação de bactérias que podem ser patogênicas ao animal. Também é importante tomar cuidado ao lidar com animais que não estão acostumados a este tipo de limpeza.
Após lavar a barriga, deve-se enxaguar o restante do corpo do animal, lembrando que, no caso de banhos, com xampús, dar preferência para os específicos para equinos, ou no caso de produtos humanos, os que sejam neutros.
Uma ducha não necessita ultrapassar os 15 minutos e, nos dias de frio, apenas os cascos e as partes suadas devem ser lavadas, pois a evaporação é mais lenta e os malefícios podem ser maiores que os benefícios, acumulando umidade e deixando o cavalo com frio.
No entanto, é bom evitar excessos, pois as duchas diárias por todo o corpo também podem fazer mal, retirando a oleosidade e a proteção natural da pele. (Artigo publicado na edição 67 da Revista Horse)

 

Revista Horse
Daniel Zacharias Zago

Daniel Zacharias Zago

é veterinário formado pela Universidade de  Santo Amaro (UNISA) e atua nas áreas de manejo de pastagens, nutrição, reprodução, neonatalogia e cirurgia
e-mail: [email protected]

Deixe seu Recado