10-Set-2020 15:15 - Atualizado em 10/09/2020 17:11
Workshop

IBEqui e Mapa discutem o Mormo

horse, 2020, banners,
Horse

O recém-fundado Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui) realiza, na próxima terça-feira (15/9), a partir das 14h, o primeiro workshop dirigido à comunidade equestre. Na pauta-tema, um dos assuntos mais polêmicos do segmento: “A visão técnica sobre o mormo no Brasil”. O encontro será de forma virtual e terá, também de forma inédita, uma apresentação de representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre os programas que estão sendo desenvolvidos no combate e controle da doença no Brasil. Outra novidade do encontro será a participação de um corpo de veterinários convidados do IBEqui para discutir o assunto. O evento é gratuito e tem como público alvo técnicos das entidades filiadas ao Instituto, acadêmicos, veterinários e profissionais do segmento equestre, entre outros. Os interessados em participar devem fazer as inscrições antecipadamente, pois as vagas são limitadas (Acesse por AQUI).

O que é o IBEqui
O Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui) foi fundado em 24 de agosto de 2020, com cinco pilares de atuação: Assuntos Regulatórios; Cultura e Ações Sociais; Sanidade Animal; Segurança Jurídica e Bem-Estar Animal e Esportes Equestres. Sua missão é unir e fortalecer todos os elos da cadeia produtiva brasileira, através de diferentes atividades e iniciativas, a partir da fundamentação em estudos técnicos.
Potência econômica e social do agronegócio brasileiro, a equideocultura representa um campo repleto de oportunidades. Com um expressivo rebanho de equídeos, o setor gera mais de 3 milhões de empregos e movimenta R$ 16 bilhões ao ano. Para as 27 entidades – 10 de raças, 13 de modalidades e 04 correlatas – que compõem o instituto, esses números demonstram a força do segmento e indicam que ainda há muito a ser explorado.

Entre as novidades, representantes do Mapa deverão falar sobre alguns estudos que foram encomendados sobre o tema, com o objetivo de mapear tanto aspectos econômicos quanto epidemiológicos da doença causada pela Burkholderia Mallei, que, segundo estimativas, já ocasionou o sacrifício mais de 2 mil cavalos no Brasil. O Ministério da Agricultura também deverá apresentar detalhes do projeto de um "Quarentenário" para exportação de animais, que deverá ser instalado no Jockey Club de São Paulo, segundo apurou a reportagem da Horse

A programação se estenderá das 14 às 17h, encerrando-se com um debate entre os participantes. Conforme a Junta Administrativa do IBEqui, a partir do nivelamento das informações sobre o tema será estruturado o Comitê Temporário de Sanidade Animal do Instituto, que terá a missão de atuar na mitigação do chamado gargalo sanitário na Cadeia Produtiva do Cavalo.

Programação

O workshop será aberto aos inscritos às 13h30. A abertura oficial terá os pronunciamentos de Manuel Carlos de Lima Rossitto, presidente da Junta Administrativa do IBEqui, e Geraldo Marcos de Moraes, diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Pecuários.

Uma das apresentações mais aguardadas será da chefe da Divisão de Sanidade de Equídeos do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), Eliana Dea Lara Costa, que desde março do ano passado está à frente das ações do Mapa no controle e combate à doença. Em seguida, os veterinários convidados terão 10 min cada para relatarem casos e comentários sobre o assunto. Entre eles, estão Maristela Pituco, pesquisadora científica em doenças infecciosas e medicina veterinária preventiva do Panaftosa, Walnei Miguel Paccola, especialista em cirurgia de equídeos, Patrícia Brossi, médica-veterinária, especialista em mormo, e Thomas Wolff, médico-veterinário da FEI, consultor técnico da Câmara de Equideocultura. O debate está previsto para inciar às 16h10, com mediação de José Carlos Pires Fragoso, presidente da Câmara de Equideocultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA (sujeita a alterações)

13h30 – Liberação do acesso ao evento online
14h – Abertura
14h10 - Manuel Carlos de Lima Rossitto, Presidente da Junta Administrativa do IBEqui
14h25 – Geraldo Marcos de Moraes, Diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Pecuários
14h40 – Eliana Dea Lara Costa – Chefe da Divisão de Sanidade de Equídeos SDA/MAPA
15h10 – Palestras técnicas
Walnei Miguel Paccola, especialista em cirurgia de equídeos
Patrícia Brossi, médica-veterinária, especialista em mormo
Thomas Wolff, médico-veterinário da FEI e Consultor técnico da câmara
16h10 – Debate
Mediador: José Carlos Pires Fragoso, Presidente da Câmara de Equideocultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA)
17h – Encerramento.

Revista Horse
Deixe seu Recado