28-Abr-2020 17:57 - Atualizado em 29/04/2020 11:59
Reconhecimento

Ignorado na Rio 2016, Nelson Pessoa (Neco) será homenageado pelo COB

horse, 2020, banners,
Horse

Neco pessoa, Nelson Pessoa, COB, Hall da fama, Reprodução  História do Hipismo Brasileiro
Neco na conquista da 6ª de suas 7 vitórias no Derby de Hamburgo, um recorde na história da competiçãoReprodução História do Hipismo Brasileiro
Considerado um dos maiores nomes do hipismo mundial, Nelson Pessoa (Neco) terá seu nome no Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil (COB). A informação foi divulgada nesta terça-feira (28/4), pelo site da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), responsável pela indicação, por meio do presidente em exercício Ronaldo Bitencourt Filho. 

Criado em 2018, o Hall da Fama do COB tem o objetivo de enaltecer, difundir e eternizar a história do Movimento Olímpico do país, inspirando a sociedade por meio do conhecimento de biografias marcantes e singulares a serviço do esporte. Com a homenagem, o ex-cavaleiro e técnico Neco Pessoa passa a integrar um seleto time de esportistas, ao lado de nome como Bernardinho, técnico da seleção de Vôlei, a ex-jogadora de Basquete Hortência, e o maratonista Vanderlei Cordeiro, entre outros.

A indicação de Neco foi confirmada depois de passar por um criterioso processo de seleção entre atletas e treinadores, que teve início em fevereiro. Após passar pelos critérios e procedimentos de avaliação da Comissão Avaliadora, que elegeu 10 personalidades do esporte, a publicação saiu nesta terça-feira (28/4), em ofício assinado pelo presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira: "É com grande satisfação que informamos que o treinador Nelson Pessoa Filho (Hipismo) foi eleito como personalidade para ser homenageado pelo Hall da Fama do COB 2020. O Comitê Olímpico do Brasil gostaria de

Neco pessoa, Nelson Pessoa, Alfinete, CBH, COB, Hall da fama, Reprodução História do Hipismo Brasileiro
O Time Brasil que conquistou a 1ª medalha de ouro em Jogos Pan-americanos da esquerda para direita: Antonio Alegria Simões, Cel Renyldo Ferreira, Nelson Pessoa, o Neco, e José Roberto Reynoso Fernandez, o Alfinete Reprodução História do Hipismo Brasileiro
manifestar os agradecimentos por toda a inestimável contribuição do Nelson Pessoa Filho ao Esporte, que o fez merecedor desta justa indicação ao Hall da Fama 2020".

Polêmicas na Rio 2016

A homenagem ao grande cavaleiro brasileiro, até hoje mais reconhecido no Exterior do que no Brasil, ocorre quase quatro anos após a Olimpíada do Rio 2016, marcada pela polêmica ausência de Rodrigo Pessoa no Time titular de Salto. Em entrevista à Revista Horse à época, Neco não escondeu o seu descontentamento por todo o ocorrido na Olimpíada do Rio: "O Brasil julgou que não precisava da família Pessoa", disse ele, referindo-se ao seu filho Rodrigo (cavaleiro medalha de Ouro na Olimpíada de Atenas) e ao irmão Hélio Pessoa, designer de percurso (Veja trechos da entrevista AQUI).

Quem foi Nelson Pessoa, o Neco

Neco pessoa, Nelson, hipismo, Reprodução História do Hipismo Brasileiro
Neco em ação com Grand Geste rumo a vitória no GP Europa em 1964Reprodução História do Hipismo Brasileiro
Nelson Pessoa Filho nasceu no Rio de Janeiro em 1935 e se mudou para Europa em 1961, buscando se aprimorar e profissionalizar como cavaleiro profissional. Ficou conhecido como "feiticeiro" por sua grande capacidade e habilidade de conduzir seus cavalos. Com experiência como técnico de várias equipes na Europa, no Oriente Médio e no Brasil, auxiliou na conquista da medalha de Bronze em Atlanta, a primeira medalha olímpica do esporte equestre brasileiro e foi técnico do seu filho, Rodrigo Pessoa, na conquista do título de Campeão do Mundo em 1998 e da medalha de Ouro nos Jogos de Atenas 2004.

A trajetória de Neco como atleta foi muito expressiva com participação em cinco Olimpíadas: 1956, 1964, 1968, 1972 e 1992. Em Tóquio, em 1964, ficou com o 5º lugar individual, e, entre os muitos títulos da sua carreira, conquistou o Ouro por equipe e Prata individual nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg 1967. Foi campeão europeu, quatro vezes campeão brasileiro, sete vezes campeão (recorde de vitórias) do Derby de Hamburgo, tricampeão do Derby de Hickstead e vencedor de aproximadamente 150 GPs na Europa. Atualmente com 85 anos, Neco segue trabalhando como treinador e preparador de equipes de alto nível.

 

Deixe seu Recado