24-Mar-2022 16:28 - Atualizado em 24/03/2022 17:21
Adestramento

João Victor Oliva e Escorial chegam a marca de 74% na Espanha

Conjunto ficou em primeiro no pódio no picadeiro da Real Escuela Andaluza del Arte Ecuestre, em Verez de La Frontera, marcando novo recorde brasileiro

banners novos nov-2021, 2021, banners,
Banners novos nov-2021

O conjunto João Victor Marcari Oliva e Escorial Horsecampline continua quebrando recordes em Jerez de La Frontera, na Espanha. Com 74% de nota na média final no Grand Prix do CDI3*, realizado nesta quinta-feira (24/3), no picadeiro coberto da Real Escuela Andaluza del Arte Ecuestre, a dupla superou a própria marca registrada no sábado (19/3), quando obteve média de 72,696%, conquistando o melhor resultado do Brasil no circuito internacional do Hipismo Adestramento (Veja apresentação no vídeo acima).

Vencedor do GP na primeira semana da competição, João Victor Oliva e o Puro Sangue Lusitano Escorial Horsecampline  em uma apresentação correta na avaliação do estrelado júri da Federação Equestre Internacional (FEI). O Gran Prix do Concurso de Doma Clásica Internacional Andalucía Deja Huella contou com participação de 21 competidores de seis países, vários deles olímpicos.

Na avaliação individual dos cinco juízes, os três FEI5* atribuíram notas acima de 74% para a dupla brasileira: o alemão Gotthilf Riexinger (75,109%), o holandês Eduard De Wolff Van Westerrode (74,565%) e o dinamarquês Leif Toernblad (74,348%). Os FEI4* Mariano Santos Redondo, da Espanha (73,043%) e a francesa Marietta Almasy (72,935%).

Outro conjunto brasileiro no Grand Prix, Pedro Tavares de Almeida montando o também Lusitano Famous do Vouga fechou sua apresentação com a nota média final de 68,630% e em 11º lugar. Na avaliação individual dos juízes, a dupla recebeu as notas: Leif Toernblad (70,000%), Eduard De Wolff Van Westerrode (68,913%), Gotthilf Riexinger (66,739%), Mariano Santos Redondo (69,565%) e Marietta Almasy (67,935%).

Lusitanos em pista

Dos 21 conjuntos do Grand Prix, sete eram formados com cavalos Lusitanos representando três países: Brasil, Espanha e Portugal. Pelo Brasil, o campeão João Victor Oliva/Escorial Horsecampline (74.000%) e Pedro Tavares de Almeida / Famous do Vouga em 11º (68,630%). Pela Espanha o vice-campeão do GP Juan Antonio Jimenez Cobo / Euclides MOR (71,282%) e Augusti Elias Lara / Altaneiro em 17º (65,978%); e por Portugal Vasco Mira Godinho / Garret em 4º lugar (70,956%), Carlos Pinto / Fugaz em 14º (67,022%) e Gustavo Mendes / Feiticeiro em 18º (65,804%).

Os atletas brasileiros retornam a pista nesta sexta-feira 25 para o Grand Prix Freestyle.O Concurso de Doma Clásica Internacional Andalucía Deja Huella termina no sábado 26/3.

Ruth Araújo/Assessoria de Imprensa
Deixe seu Recado