01-Fev-2019 15:57 - Atualizado em 11/02/2019 12:04
Salto - EUA

Musa e Zâmbia se destacam em Wellington

O conjunto formado por Francisco Musa e a égua Zâmbia Mystic Rose se classficou para o GP deste sábado

banners,
Banners

rosa mystica, salto, 2019, imprensa,
Rosa Mystica
O cavaleiro Francisco Musa e a égua Zâmbia Mystic Rose (foto) fizeram, na tarde desta quinta-feira (31/1), o melhor resultado brasileiro no  WEF4*, na Equinimity WEF Challenge, em Wellington (EUA), com dotação de $72,000. Dos 65 conjuntos que entraram em pista com obstáculos de 1,55m, apenas seis superaram sem penalidades o percurso inicial. O conjunto brasileiro fechou o percurso com apenas uma falta e o tempo de 81s05, ficando na 19ª posição. Com o resultado, se classificaram para o GP do CSI4*, de 1.60 m,  marcada para este sábado, com premiação de $209,000. Será a principal prova da quarta semana na Flórida. 

O resultado deixou bastante animados os proprietários da criação Rosa Mystica, que vem fazendo investimentos e um trabalho estratégico para projetar a criação brasileira em solo americano. "Estamos muito confiantes na participação na Copa das Nacoes, que acontecera em fevereiro,  em Wellington, onde poderemos representar o Brasil com cavalos nascidos em solo brasileiro", afirma Nilson leite, sócio-proprietário do Rosa Mystica.

O conjunto Francisco Musa e Zâmbia Mystic Rose compete nos EUA, uma das mais tradicionais provas de hipismo do mundo, por meio de uma parceria inédita entre os haras Rosa Mystica e Império Egípcio, dois dos maiores criadores de cavalo de hipismo do Brasil. Império Egípcio tem uma grande experiência  em cavalos de esporte e o Rosa Mystica tem investido alto na produção de cavalos de salto com genética reconhecida no mundo. "Fizemos uma parceria para formar um time brasileiro forte, e os resultados já começaram a aparecer. Esperamos ir muito longe com esse projeto", prevê Leite.  

Revista Horse/ABCCH
Deixe seu Recado