17-Jun-2020 13:11 - Atualizado em 17/06/2020 13:24
Internacional

O berço dos Árabes

Feira Internacional de Cavalos em Dubai reúne mais de 200 expositores e 15 mil visitantes de mais de 100 países. Premiação em provas passa de U$ 4 milhões 

horse, 2020, banners,
Horse

               

edição 104, revista Horse, cavalo árabe,internacional, Dubai, exposição, Reprodução
Reportagem publicada na edição 104 da Revista HorseReprodução
Dubai faz e bem feito. A cidade mostrou mais uma vez que não brinca em serviço quando o assunto é promover evento importante. O 14º Campeonato Internacional de Cavalos Árabes e a 13ª Feira Internacional do Cavalo de Dubai , eventos realizados no Dubai World Trade Center (DWTC), entre 15 e 17 de março, atraiu mais de 200 expositores de 21 países e 15 mil visitantes de mais de 100 países, principalmente do Oriente Médio.

                O Dubai International Arabian Horse Championship (DIAHC), competição que mostra a beleza, a agilidade e a herança do árabe puro-sangue, é um dos mais ricos do mundo graças ao patrocínio do Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente dos EAU e primeiro-ministro e governante de Dubai. O campeonato atrai o maior encontro de realeza e conta com a participação de alguns dos melhores cavalos árabes puros do mundo.

                Apresentou ao mundo, além dos melhores exemplares do Cavalo Árabe, as mais recentes tecnologias e inovações do setor, bem como suas tradições profundamente enraizadas em equitação, corridas, criação e várias atividades equestres. A feira, que é uma das mais importantes do Oriente Médio, é dirigida aos criadores, proprietários e simpatizantes dos cavalos e esportes equestres.

                O evento reúne, além das várias raças de cavalos, principalmente o Puro Sangue Árabe, marcas famosas internacionalmente e regionalmente, incluindo estábulos, organizações veterinárias, alimentos e vestuário, arte, decoração e estilo de vida, clubes de caça e montaria, além de produtos voltados a melhorar a saúde, o bem-estar e o desempenho dos equinos.

                O público pode ver de perto cavalos puro sangue árabes de todas as idades, animais selvagens, potros, potras, éguas e garanhões que competiram no 14º Campeonato do Cavalo Árabe Internacional de Dubai. O evento trouxe premiações que chegaram aos 4 milhões de dólares e cavalos com valor estimado entre 1 e 2 milhões de dólares. É considerada a competição de maior prestígio do mundo, projetando a beleza dos cavalos árabes de raça pura, de todas as idades.

                Outro atrativo a parte foram os leilões de Cavalos Árabes que, embora não teve o fechamento divulgado pela organização, movimentaram algumas dezenas de milhões de dólares, atraindo interesse de criadores, principalmente do Oriente Médio. Com sua localização geográfica estratégica entre a Europa e a Ásia, um ambiente isento de impostos e o forte apoio do governo à diversificação do mercado, Dubai tornou-se um dos maiores centros de reexportação do mundo e começa a despontar também no cenário equestre mundial.

Revista Horse/Por Claudio Rostellato/Fotos: Divulgação

Deixe seu Recado