02-Jun-2022 17:17 - Atualizado em 02/06/2022 18:29
Hipismo

O LEGADO DOS GOUVEA

Filho de recordista em velocidade do Guinness Book, cavaleiro João Paulo Gouvea busca o primeiro título paulista para confirmar tradição da família

novos 2022, banners horse, 2022, banners,
Novos 2022

Gilmar Gouvea,  o Mister do Guarujá: recordista do Guiness Book em 1994, Gilmar Gouvea, Arquivo de família, O LEGADO DOS GOUVEA
1/4 Gilmar Gouvea, o Mister do Guarujá: recordista do Guiness Book em 1994Arquivo de família
João Paulo Gouvea,  com Doria One Mystic Rose: "Vivo dos cavalos e para os cavalos", João Paulo Gouvea, Luis Ruas, O LEGADO DOS GOUVEA
2/4 João Paulo Gouvea, com Doria One Mystic Rose: "Vivo dos cavalos e para os cavalos"Luis Ruas
João Paulo,  na garupa do pai Gilmar Gouvea,  em mais um "galope da vitória", Gilmar Gouvea,  João Paulo, Arquivo de família, O LEGADO DOS GOUVEA
3/4 João Paulo, na garupa do pai Gilmar Gouvea, em mais um "galope da vitória"Arquivo de família
Karina,  Carolina. João Paulo e Gilmar Gouvea: dividindo pódio, João Paulo,  gilmar Gouvea, Arquivo de família, O LEGADO DOS GOUVEA
4/4 Karina, Carolina. João Paulo e Gilmar Gouvea: dividindo pódioArquivo de família
Gilmar GouveaJoão Paulo GouveaGilmar Gouvea, João PauloJoão Paulo, gilmar Gouvea

Neste final de semana, quando alguns dos principais conjuntos do hipismo paulista estiverem na pista do Clube Hípico Santo Amaro (CHSA) na disputa dos estaduais Sênior (1.40 m) e Sênior Especial (1.30 m), o cavaleiro João Paulo Machado Gouvea, de 36 anos, tentará buscar o seu primeiro título paulista e a confirmação do legado deixado pelo seu pai, Gilmar Gouvea, que entre tantas façanhas colocou seu nome como o cavaleiro mais rápido em provas de velocidade no registro do Guiness Book de 1994. As provas começaram nesta quinta-feira e se estendem até domingo (5/6), incluindo as disputas da 5ª Copa Santo Amaro de Salto, considerada a maior do ranking interclubes do País.

João Paulo chega para o desafio com a confiança de quem vem melhorando a cada dia, com resultados confirmados em pista. Um bom demonstrativo disso ocorreu na Copa Ouro Haras Rosa Mystica, do CSN 4* D’Maio, realizado em 25 de maio, também no CHSA. No desempate com outros 17 conjuntos, João Paulo Gouvea correu na sela de Doria One Mystic Rose como há muito não se via, fechando o percurso limpo com 33s25, ficando com o vice-campeonato. Perdeu apenas para o experiente conjunto Renato Junqueira/Zarabatana 3K Império Egípcio, que fechou a prova em 32s51.

"Meu pai foi um homem do cavalo e para o cavalo. Ele era incrível e tinha o dom de escolher bem os cavalos, sabia entender a cabeça e a linguagem de cada um através de uma conexão muito forte que ele estabelece com eles. Tenho muito orgulho de ser seu filho" - João Paulo Gouvea

Foi realmente uma prova emocionante até o último obstáculo do percurso montado pelo course-designer Gabriel Malfatti. O segundo lugar de João Paulo Gouvea saiu com gostinho de vitória pela ótima performance em pista, lembrando muito as passadas do patriarca Gilmar, pioneiro no hipismo rural, ícone em provas de velocidade.

Quem conheceu seu pai Gilmar Gouvea não esquece do seu arrojo e categoria como cavaleiro, chegando a ser conhecido como Mister Guarujá, hexacampeão em históricas provas de hipismo rural à beira mar. "Meu pai foi um homem do cavalo e para o cavalo. Ele era incrível e tinha o dom de escolher bem os cavalos, sabia entender a cabeça e a linguagem de cada um através de uma conexão muito forte que ele estabelece com eles. Também foi um dos maiores comerciantes de cavalos do Brasil e sempre foi muito admirado pelas suas proezas. Tenho muito orgulho de ser seu filho", afirma o cavaleiro, que detêm inúmeros títulos na juventude, tanto no Salto como Hipismo Rural.

João lembra com saudosismo as conquistas do seu Gilmar. "Meu pai foi seis vezes campeão no Guarujá que na época recebia a principal prova do ano no calendário hípico de hipismo rural. Também obteve inúmeros títulos Nacionais, Regionais, Brasileiros de Salto e contou com patrocínio de grandes empresas como Coca Cola, Sadia, Melitta, Schincariol. Ao mesmo tempo, formou muitos cavaleiros que até hoje disputam provas e vivem do cavalo. Foi recordista mundial do Guinness Book com o maior número de vitorias com cavalos em 1994", lembra João, hoje cavaleiro títular do Haras Rosa Mystica, criatório de ponta de cavalos Brasileiro de Hipismo (BH) e que vem investindo em sua carreira. "Praticamente nasci no lombo de um cavalo. Minha família sempre foi ligada ao mundo dos cavalos, mas me recordo de montar desde meus 5 anos de idade. Minha primeira lembrança é na garupa de meu pai em seus muitos galopes da vitória", recorda-se.

No Paulistão 2022, João estará a postos com duas montarias na série Sênior: Iluna e Cest la Vie SCF, duas éguas de 14 anos, recém-importadas pelo Haras Rosa Mystica. Com Doria One Mystic Rose, João disputa a categoria Sênior Especial.

Estrutura de ponta
A parceria com João Paulo Gouvea com o Haras Rosa Mystica começou em 2019. "Juntos estabelecemos metas, sonhos e construímos estratégias. A equipe do Haras sempre visa o que for melhor para o cavalo, ou seja, equipe veterinária, tratadores, técnicos, ferreiros, infraestrutura de apoio de ponta. Sem contar, que a criação está em constante evolução, produzindo cada vez mais animais que encantam a qualquer amante do hipismo. Contamos com uma estrutura ímpar, que proporciona o máximo desenvolvimento físico e mental dos animais", afirma João, que vem com tudo na temporada 2022 galgando importantes resultados.

Continue Lendo...

Revista Horse 100
Assinante, clique aqui para ler mais sobre este assunto na versão digital da Revista Horse.Se você ainda não é assinante, clique aqui e faça agora mesmo sua assinatura.O jornalismo de qualidade tem o seu valor. Pretigie a mais tradicional publicação equestre do Brasil!
Assessoria Brasil Hipismo
Deixe seu Recado