27-Set-2021 12:18 - Atualizado em 27/09/2021 15:42
Rédeas

Potro do Futuro bate recorde

Campeonato Nacional da ANCR 2021, realizado de 12 a19 de setembro, em Avaré (SP),  teve a participação de 350 cavalos e mais de 800 inscrições

horse, 2020, banners,
Horse

rédeas, 2021, João Felipe Lacerda, ANCR, Foto Perigo
João Felipe Lacerda com Plain Genes: vencedor do Potro do Futuro Aberta N4Foto Perigo

Considerado maior evento de Rédeas da América Latina, o Campeonato Nacional e Potro do Futuro ANCR 2021, realizado entre 14 e 19 de setembro, bateu recorde de participação, com 350 cavalos e mais de 800 inscrições. Também fizeram parte da programação as disputas da Copa Inter Núcleos e da Copa Cardinal Ranch Cup N1, além do Leilão ANCR, com comercialização de animais dos melhores criatórios do Brasil, e que teve 1% do valor total arrecadado revertido à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Avaré.

“Estamos muito felizes, porque este evento reafirma o crescimento fantástico da modalidade de Rédeas em todo o Brasil”, destaca Francisco Moura, presidente da ANCR. Segundo ele, o apoio de entidades como a Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) tem sido fundamental para o crescimento expressivo de competidores nas disputas.

Moura ressalta ainda a expressiva premiação em espécie distribuída durante o evento no valor de R$ 400 mil, além de um anel de ouro cravejado com diamantes, ofertado pelo Haras Retiro Velho, dois trailers, um deles oferecido pelo Cardinal Ranch e outro pela Organnact, bem como selas, troféus, fivelas e outros brindes ofertados pelos patrocinadores, somando mais de R$ 600 mil em prêmios.

Uma das grandes novidades desta edição foi a reunião realizada para discutir a criação da ANCR Jovem, uma associação para os jovens redieiros de todo o país. “Esse é um sonho antigo e nesse evento lançamos a primeira pedra. A participação dos jovens está crescendo cada vez mais e eles têm necessidades diferentes, e a gente quer ajudar a fomentar a modalidade de Rédeas entre esse público”, explica Moura.

O evento contou ainda com apresentação de alunos da APAE e com a presença de Manuel Rossito, representando o presidente da ABQM e do Instituto Brasileiro de Equideocultura (IBEqui).

O julgamento das provas esteve a cargo dos juízes Greg Darnell, com Cristiano Gonzaga Jaime como scribe; Reid Faddy, com Catherine Ferrazolli como scribe; Ben Balow, com Hiram Resende como scribe; Wadson Lander, com Alexandra Bannwart como scribe; Christian Rammestorfer, com Leo Potter como scribe, além do Juiz de Equipamento, Ederson Machado, e o Juiz de Bem-Estar Animal, Léo Feitosa.

No Potro do Futuro Aberta N4, o campeão foi João Felipe Lacerda, que apresentou Plain Genes e mereceu nota 226. “Essa é a quarta vez que venço o Potro do Futuro ANCR, mas é como se fosse a primeira vez. Estou muito feliz com mais essa vitória. A premiação da ANCR está cada vez melhor. Minha égua desde o começo sempre foi muito boa e hoje ela provou que é realmente especial”, declarou o cavaleiro.

Também pelo Potro do Futuro Amador N4, N3 e N2, o 1º lugar foi ocupado por Maria Luiza Michelin Fagundes com Queen Special Panda, que alcançou nota 217. João Felipe Lacerda também foi o campeão do Campeonato Nacional Aberta N4, com Whiz A Machine Gun, cuja apresentação também mereceu nota 226. Já na Amador N4 foram co-campeões Pedro Mendes de Brito com Country Hit, e Evandro Levendosky com Jubileu da Roraima.

Os torneios, promovidos pela Associação Nacional do Cavalo de Rédeas (ANCR), foram realizados em formato LIVE, com presença restrita a proprietários e competidores, e tiveram transmissão ao vivo pelo site oficial da ANCR e pela plataforma Ride2Play.

Os resultados completos e os campeões de todas as provas podem ser conferidos no site da ANCR

 

Assessoria ANCR/Foto Perigo
Deixe seu Recado