08-Set-2020 17:56 - Atualizado em 15/09/2020 11:39
Eleições CBH

Pré-candidatos abrem a corrida pela presidência da CBH

Em entrevistas exclusivas, presidente Ronaldo Bittencout confirma que buscará a reeleição; Barbara Laffranchi, da oposição, diz que investimentos serão o "suficiente"

horse, 2020, banners,
Horse

O Concurso de Salto Nacional dos 85 Anos do Clube Hípico Santo Amaro (CHSA), realizado de de 2 a 7 de setembro, marcou a retomada do hipismo na capital paulista em clima de muitas disputas dentro e fora das pistas. Enquanto centenas de cavaleiros e amazonas corriam atrás dos melhores resultados em provas de diversas categorias (Veja AQUI), nos bastidores o assunto em efervescência era a eleição da nova diretoria da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). O processo eleitoral deverá ser aberto oficialmente nas próximas semanas, mas pelo menos dois grupos já se articulam em busca de apoios, em especial das federação estaduais norte e nordeste, que têm um peso forte no processo eleitoral. 

O evento foi realizado seguindo protocolos de combate à Covid-19 e foi transmitido integralmente ao vivo pela Ride2Play!, que também estreou em território paulista. Durante a cobertura, a reportagem da Revista Horse, parceira de conteúdo jornalístico da Ride2Play!, realizou entrevistas exclusivas com os pré-candidatos.

Na tarde de sexta-feira (4/9), o atual presidente da CBH, Ronaldo Bittencourt, confirmou, pela primeira vez, que pretende sair candidato à reeleição. Segundo ele, os primeiro quatro anos foram dedicados para "arrumar a casa".  "Juntei uma equipe que realmente quer trabalhar por mais um período. Acho muito importante fazer isso, pois passei quatro anos arrumando a casa, na parte administrativa, gestão e agora estamos em nível de excelência e governança muito bom", disse à Horse (Veja a íntegra no vídeo abaixo).

A empresária e amazona Barbara Laffranchi, que já havia lançado sua pré-candidatura há alguns meses, falou com a reportagem no início da noite de segunda-feira (7/9), no último dia de provas. Segundo ela, os investimentos dos patrocinadores que planeja trazer serão o "suficiente" para realizar os projetos de seus quatro anos de gestão. "Uma mudança que acho bastante significativa é criar um sistema de TI (Tecnologia da Informação), que se estenda às federações, com aplicativos para poder fazer a sua gestão de provas", destacou (Veja a íntegra da entrevista abaixo)

Os pré-candidatos também comentaram o fato de a eleição da CBH deste ano contar, a se manter o cenário atual,  com chapas concorrentes, diferente dos últimos anos, quando houve chapa única. Ambos consideraram a disputa positiva ao hipismo. Confira!

ENTREVISTA COM RONALDO BITTENCOURT - Sexta-feira (4/9)



ENTREVISTA COM BARBARA LAFFRANCHI - Segunda-feira (7/9)

 

Revista Horse
Deixe seu Recado