05-Jul-2021 08:50 - Atualizado em 05/07/2021 11:25
Salto - Tokyo 2020

Rodrigo Pessoa volta ao Time Brasil

Cavaleiro foi convocado pelo técnico Philippe Guerdat para itegrar a equipe juntamente com Marlon Zanotelli, Luiz Francisco Azevedo e Yuri Mansur 

horse, 2020, banners,
Horse
convocação 2021, salto, tokyo 2021,Olimpíada, hipismo, Reprodução
Os convocados do Salto para Tokyo 2020Reprodução


A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) divulgou, nesta segunda-feira (5/7), a lista com os quatro conjuntos que defenderão as cores brasileiras na Olimpíada de Tokyo 2020, que começa no próximo dia 23 de julho. Uma das novidades esperadas foi o retorno do campeão olímpico Rodrigo Pessoa, que depois  de ficar fora da Rio 2016 volta a integrar a equipe brasileira e vai para  a sua 7ª olimpíada. Dos 12 nomes apresentados na Long List na semana passada, o técnico Philippe Guerdat e o chefe de equipe Pedro Paulo Lacerda também confirmaram o time formado pelos conjuntos Luiz Francisco Azevedo/Comic, Marlon Zanotelli/VDL Edgar e Yuri Mansur/QH Alfons Santo Antonio. A CBH também indicou o como reserva para o período de quarentena o conjunto Bernardo Alves/El Torreo de Muze.

Nas provas da Olimpíada de Tokyo já começam a vigorar, pela primeira vez, as novas regras da Federação Equestre Internacional (FEI), que entre outras mudanças reduziu de quatro para três o número de conjuntos titulares de cada equipe, com um conjunto reserva que poderá ser escalado mesmo após o início da competição.

Pelo novo novo formato, as disputas por equipes não terão mais o descarte, com o qual tirava da somatória dos pontos o pior resultado.  Com apenas três conjuntos, todos valem pontos e em caso de uma eliminação pode comprometer toda a equipe. Outra mudança é que a disputa individual antecede a final por equipes.

As mudanças de regras foram comentadas pelo Cel. Paulo Franco, na estreia da série "Horse Tokyo 2020" (veja abaixo). O programa vai ao ar todas as quartas-feiras, às 19h, com o presidente do Movimento Verde Amarelo do Hipismo (MVA), e o jornalista Marcelo Mastrobuono, editor da Revista Horse, único veículo do segmento equestre brasileiro credenciado para cobrir o hipismo na Tokyo 2020 no Japão. 



A volta de Rodrigo Pessoa


Com seu retorno à equipe brasileira, o cavaleiro Rodrigo Pessoa pode completar sua 7ª olimpíada e ser o atleta nacional com maior participação na competição. Sua primeira participação foi em 1992, nos Jogos de Barcelona. Durante as seis participações, foram três medalhas, sendo duas de Bronze por equipe e uma de Ouro no individual, em três Jogos consecutivos ( Atlanta/96, Sydney/2000 e Atenas/2004). Nas redes sociais, Rodrigo Pessoa comemorou sua convocação agradecendo o apoio. "Sempre uma grande honra representar o Brasil, dessa vez e para a Olimpíadas de Tokyo 2020. Seria impossível sem a ajuda e apoio de muitos", escreveu 

O recorde poderia ser batido em 2016, no Rio, quando Rodrigo entrou em rota de colisão com o técnico George Morris por tê-lo escalado na reserva e se recusou a participar da competição. (Veja AQUI) À época, o pai de Rodrigo, Neco Pessoa, considerado um dos maiores ícones do hipismo mundial, lamentou o fato em entrevista à Revista Horse e afirmou que "esqueceram toda a família Pessoa". O assunto também foi um dos tópicos apresentados na Live " A Família Pessoa, em pessoa", realizada pela Revista Horse em 26 de abril deste ano, na série "Horse Debates Equestres" (Veja AQUI). 

Programação de Salto na Tokyo 2020

Terça-feira, 3 de agosto
Salto Qualificativa Individual
(75 participantes)

Quarta-feira, 4 de agosto
Salto Individual Final
Cerimônia de Premiação Individual
(30 participantes)

Quinta-feira, 5 de agosto
Salto 2ª inspeção veterinária

Sexta-feira, 6 de agosto
Re-inspeção veterinária
Salto Qualificativa por Equipes
(60 participantes)

Sábado, 7 de agosto
Salto Final por Equipes
Cerimônia de Premiação por Equipes
(30 participantes)

Assessoria CBH
Deixe seu Recado