12-Set-2018 21:44 - Atualizado em 14/09/2018 13:56
WEG 2018 - Direto de Tryon (EUA)

Time Brasil faz resultado inédito em Rédeas, com o quinto lugar

Estados Unidos (foto) confirma hegemonia com o Ouro; Belgica com a Prata e Alemanha com o Bronze.

banners,
Banners

Time Brasil faz resultado inédito em Rédeas,  com o quinto lugar
1/4
Time Brasil faz resultado inédito em Rédeas,  com o quinto lugar
2/4
Time Brasil faz resultado inédito em Rédeas,  com o quinto lugar
3/4
Time Brasil faz resultado inédito em Rédeas,  com o quinto lugar
4/4

 

weg 2018, 2018, imprensa,
WEG 2018
O Time Brasil de Rédeas conseguiu um resultados histórico em participações em Jogos Equestres Mundiais (WEG), conquistando o quinto lugar, com 664,5 na somatória dos conjuntos e superando o sexto lugar do WEG da Espanha, em 2002. Por apenas dois pontos e meio, conquistaria a sonhada medalha. Na classificação geral, os Estados Unidos manteve a hegemonia histórica na modalidade e ficou com o Ouro, com 681; Bélgica ficou com a Prata, com 671, e Alemanha, com o Bronze, com 666,5. A Áustria tirou a quarta posição do Brasil na passada de seu último conjunto, penúltima da prova.

redeas, weg 2018 - tryon,roberto jou inchaust f5 licurgo tapajós.,
Redeas
O destaque do Time Brasil foi estreante no WEG Tiago Boechat, com SG Frozen Entreprize, último da equipe brasileira a entrar em pista e tirou a melhor nota brasileira, com 222,5. João Felipe Lacerda, /Gunner Dunit Again,no seu terceiro Mundial, ficou com 221,5, seguido por Franco Bertolani, com Wimpys Little Colonel, outro experiente cavaleiro que mora nos EUA, obteve a nota 220,5. A nota de descarte do Time Brasil foi de Marcelo Almeida, 216, montando Mahogany Whiz. sua nota também acabou deixando-o fora da repescagem desta quinta-feira, 13. Já o brasileiro Franco Bertolani tem mais uma chance de entrar entre os 20 melhores do mundo. Para isso, precisa conseguir uma das 5 vagas restantes entre 19 conjuntos que participam da repescagem nesta quinta-feira. 

Outro destaque das cores brasileiras foi o cavaleiro/treinador Roberto Jou, montando o crioulo F5 Licurgo Tapajós (foto ao lado), que competiu apenas na categoria individual e ficou com a nota de 221, o terceiro melhor entre os brasileiros. A final está marcada para o próximo sábado. 

 

 

 

 

redeas, weg 2018 - tryon, imprensa,
Redeas

redeas, weg 2018 - tryon, imprensa,
Redeas

Revista Horse
Deixe seu Recado