Tire suas Dúvidas

Envie sua pergunta

Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
Enviada com sucesso !!! Obrigado por enviar sua pergunta. Em breve enviaremos uma resposta.

Resposta

A partir de qual idade a potra en¬tra no primeiro cio? Qual a sua duração e de quanto em quanto tempo a égua adulta entra em cio?

Karina Cristina Lima
12 de Julho de 2016 - 14:39

O período em que aparecem os primeiros cios nas potras ou período púbere ocorre geralmente entre 18 e 22 meses, mas uma série de fatores como: estado nutricional, características individuais e raciais podem interferir atrasando ou adiantando a puberdade.

É comum que algumas potrancas apresentem períodos variáveis de sinais comportamentais de cio sem desenvolver estruturas significantes em seus ovários que resultem em uma ovulação. O primeiro cio poderá ter uma duração além do normal podendo chegar a mais de 15 dias, podem ou não ser férteis e o que irá determinar isso será a presença de uma ovulação.

A partir desse primeiro cio, os ciclos ocorrem a cada 21 dias nas estações de primavera e verão em locais de latitudes mais altas e distantes da linha do Equador quando o período de luminosidade do dia é maior e tendem a ocorrer por todo ano em latitudes mais baixas ou mais próximas da linha do Equador, como nos estados do Norte e Nordeste do Brasil, onde o período de luminosidade é grande e constante o ano todo.

O período cíclico normal de uma égua tem a duração média de 21 dias, os quais são divididos em duas fases sendo: fase estral ou do cio propriamente dita que compreende um período médio de 7 dias e a fase do diestro que dura em média 14 dias e é representado pelo período em que a égua não se apresenta em cio e acaba sendo uma fase intermediária entre um cio e outro.

É importante salientar que todos os períodos descritos acima são médias descritas na literatura e podem variar muito de acordo com cada indivíduo e as condições em que vivem.

Daniel Zago
é veterinário formado pela Universidade de  Santo Amaro (UNISA) e atua nas áreas de manejo de pastagens, nutrição, reprodução, neonatalogia e cirurgia.

Voltar