Tire suas Dúvidas

Envie sua pergunta

Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
Enviada com sucesso !!! Obrigado por enviar sua pergunta. Em breve enviaremos uma resposta.

Resposta

Tenho um animal da raça Quarto de Milha, de oito anos que está obeso e, por isso, não consegue ser ágil. O que devo fazer para ele emagrecer e melhorar a performance nos treinamentos?

Dionísio Alves
12 de Julho de 2016 - 14:50

Este é um assunto complexo. Porém, segue algumas considerações rápidas: primeiramente deve-se analisar o peso atual do animal e o a ser obtido. A medição do peso pode ser feita por balança ou equações de estimativa que levam em considerações medidas corporais do animal.

Outro ponto importante é ter ideia do escore corporal adequado. Esta medida visual é uma ferramenta prática e auxilia muito bem para chegar ao peso ideal do animal, assim como para alimentá-lo no dia a dia. Teríamos então: 1-extremamente magro, 2-magro, 3-ideal, 4-gordo, 5-muito gordo.

A exigência nutricional de um equino depende da idade, peso, atividade física, dentre outros aspectos; e atender as exigências nutricionais significa buscar o melhor escore corporal. Com relação ao manejo nutricional é preciso alimentar o equino o maior número de vezes ao dia, sempre atendendo de forma adequada a relação energia e proteína. Além de fazer com que ele tenha uma atividade física regular para acelerar o metabolismo. Com isso, fazemos o animal perder peso e adquirir massa muscular, pois os nutrientes e, principalmente, a energia será direcionada para a atividade física.

Vale ressaltar que não existe dieta perfeita e sim uma dieta equilibrada, que aliada ao bom condicionamento físico favorece as chances de ótimo desempenho.

Ainda com relação ao manejo alimentar temos duas situações possíveis: a primeira seria um animal a campo obeso e que pasteja no mínimo 1/3 do dia, consumindo pequenas quantidades forragens, mas várias vezes ao dia. Em outro caso, se o animal estiver em manutenção e não realiza atividade física é aconselhável exercitá-lo diariamente. Se ele faz algum exercício e permanece gordo, recomenda-se adequar a quantidade de alimento concentrado (ração) suplementado de forma a atender as exigências nutricionais diárias, sem excesso.

Outra situação seria com um animal estabulado, para este, deve-se determinar seu peso para estimar a quantidade de alimento diário, calcular o consumo de concentrado com base na exigência de energia e adequar o restante do montante da dieta com feno.

O total de alimento deve ser fornecido, preferencialmente, em seis refeições diárias, sendo a primeira e a última por volumoso.

Leonir Bueno Ribeiro
é MSc. Zootecnia – Produção e Nutrição de equinos.

Voltar