Tire suas Dúvidas

Envie sua pergunta

Existem campos que requerem sua atenção!
Enviando...
Enviada com sucesso !!! Obrigado por enviar sua pergunta. Em breve enviaremos uma resposta.

Resposta

Tenho um cavalo de estimação de 20 anos, inteiro. Mas com um problema. As paredes dos cascos ficaram muito finas impossibilitando uso de cravos. Agora está no pasto, sem ferraduras, e só é usado dentro da fazenda (sobre grama).

Werner Zotz
- Urubici (S
20 de Março de 2018 - 12:05

Consulta profissionalAnimais com idade avançada normalmente apresentam uma série de problemas comuns em virtude desse avanço etário e esse problema com os cascos não poderia ser diferente. Hoje nós temos vários produtos à base de resinas acrílicas, polímeros e epoxi, que permitem a fixação das ferraduras sem o uso dos cravos. O problema é que não possuímos todos esses produtos no Brasil e alguns deles, os melhores, a importação é proibida pelo governo Brasileiro. Além de resinas temos opções de botas, sim, literalmente botas que são usadas para proteção e revestimento do casco. Essa sim com uma enorme variação de tipo e modelo, mas também não temos muitas opções no mercado Brasileiro sendo que a importação desses produtos é muito mais fácil. As resinas ou colas são muito boas, mas são produtos extremamente delicados na aplicação e manutenção, devendo ser usado com critério e por um profissional experiente. Nas condições que o leitor relata, creio que essa opção não irá atendê-lo, além do custo que não é baixo. Na minha opinião, as botas seriam a melhor opção para a solução temporária desse problema, até o casco crescer e retornar a condição normal de parede para a fixação dos cravos. Um dos modelos de bota para casco que temos no Brasil é a Delta, usada por diversas Polícias Militares e também pelo Exército Brasileiro. Esse produto é muito prático e leve. Foi desenvolvido para os cavalos de enduro , ou seja, leve e extremamente resistente e com ótima aderência. Esse produto você pode encontrar no site www.mattheisborg.com.br. Espero que tenha ajudado e sempre às ordens para esclarecimentos.

Luiz Gustavo Tenório é médico veterinário - Farrier Coordination for Olympics and Paralympics Rio 2016

Voltar